domingo, 27 de abril de 2008

Polícia Florestal apreende mais de 500 aves ameaçadas de extinção

Polícia Florestal apreende mais de 500 aves ameaçadas de extinção no RJ. 27 são detidos.
O Batalhão de Polícia Florestal e do Meio Ambiente do Rio apreendeu mais de 500 aves que estavam sendo comercializadas em feiras livres na cidade, neste final de semana. Segundo a polícia, as espécies recolhidas são pássaros silvestres ameaçados de extinção. No total, 27 pessoas foram detidas.


As feiras aconteceram neste sábado (26) e domingo, respectivamente em Honório Gurgel e em São Gonçalo, região metropolitana. No sábado, foram apreendidas 190 aves, e 9 pessoas foram levadas ao 40º DP (Honório Gurgel). Já hoje pela manhã, a polícia apreendeu 332 pássaros, e levou 18 pessoas ao 74ª DP (Alcântara).

Segundo a polícia florestal, o comércio de aves silvestres é muito comum na capital fluminense. Por mês, mais de 700 aves são apreendidas em feiras livres, durante operações realizadas em parceria com o disque-denúncia. Entre as aves apreendidas, havia canário, tico-tico, trinca-ferro, sabiá, tigres d'água e jabutis.

Os animais foram encaminhados ao Centro de Triagem para Animais Silvestres, onde deverão receber tratamento veterinário por 3 meses, já que o estado de saúde destes animais costuma ser precário.
Colaboração para a Folha Online

Um comentário:

alex disse...

que eu li aqui é tudo mentira, pos levaram muitas aves como calopsitas, agapornis , canario belga e etc aves de cativeiro liberada pelo ibama, pra onde vão essas aves e pq estão fazendo isso ja que as aves exoticas são liberadas, os criadores de aves exoticastem que se reunir e botar um ponto final nisso , tem muita gente que sobrevive disso , estamos sendo tratados como traficantes, somos cridores de aves exóticas não silvestres........