quinta-feira, 27 de novembro de 2008

SOS ANIMAIS FLORIANÓPOLIS



Parceiros, tendo em vista uma série de contatos recebidos com ofertas e pedidos de ajuda também para os animais atingidos pela catástrofe que assola nosso estado, solicitações de informações e palavras de apoio e solidariedade nesta hora difícil, comunicamos que deflagramos o processo de arrecadação e envio do que for obtido aos parceiros das cidades atingidas, bem como outras formas de apoio.


A idéia inicial, que pode ser ajustada a partir inclusive de sugestões e contribuições de todos vocês é montar uma "Central de Arrecadação e Informações", física e virtual e dividir os resultados entre as áreas atingidas, levando-se em conta suas densidades populacionais, a partir das quais serão estimadas as populações de animais domésticos.

Algumas considerações importantes, para as quais solicitamos urgente suas opiniões e sugestões:

A Defesa Civil vem alertando que pessoas inescrupulosas estão se utilizando da desgraça que se abate sobre SC para solicitar doações pela internet, principalmente em espécie, que não são destinadas aos atingidos, mas em proveito próprio.
Por isto, a idéia é cadastrar as principais organizações das regiões atingidas e atestar seu funcionamento e idoneidade, sempre que consultado por algum potencial doador.
Por experiência de atuação desde a fundação da primeira ong catarinense de defesa dos animais em 1982, conhecemos praticamente todas as organizações, grupos e ativistas independentes das regiões assoladas.
Para evitar pulverização ou concentração de doações em uma ou mais entidade ou localidade, em detrimento de outras, sempre que possível as doações sejam feitas ou pelo menos comunicadas à central, para controle e acompanhamento dos valores e quantidades e tipo de donativos recebidos.
Para que possamos manter um relativo controle, sugerimos que solicitantes de doações individuais sejam recomendados a se dirigirem à central para cadastramento como beneficiário do programa.
As ongs cadastradas enviarão para a central suas principais carências e estrutura disponível para socorro aos animais em suas regiões de atuação.
Algumas organizações possuem abrigos de animais estes também serão beneficiados, porém é importante que as doações e assistência atinjam também, em alguns casos até preferencialmente os animais desassistidos nas ruas ou deixados pelas famílias para trás quando abandonaram seus domicílios.
A central manterá a informação de eventuais excedentes em alguma localidade e poderá recomendar o seu remanejamento para regiões onde estejam sendo necessitados.
Para os interessados em ajudar de locais distantes de onde seja inviável o envio de produtos, estamos divulgando a conta corrente 162.132-0 do BESC-Banco do Estado de Santa Catarina -Agência 001 - Florianópolis/SC. Esta conta é institucional tendo como titular o Instituto Ambiental Ecosul e é movimentada conjuntamente por seu presidente Biólogo Luiz Batista Fontanela e seu Tesoureiro Azor El Achkar, Advogado e membro do Tribunal de Contas de SC.
Todo o valor arrecadado será utilizado para aquisição de alimentação, medicamentos, utensílios, produtos de higiene ou despesas de transporte, assistência veterinária ou outras exclusivas para socorro aos animais.
Ao final da campanha, será publicado em jornais, sites, blogs e enviado por mala direta a todos a prestação de contas tanto doações em espécie quanto em alimentação e outros materiais.
Eventuais sobras de recursos em espécie ou material serão divididos entre as organizações cadastradas.
As ongs beneficiárias serão responsáveis pela comprovação da aplicação dos recursos materiais e em espécie recebidos.
Estamos viabilizando um local para recebimento dos donativos, mas a idéia é não armazená-los. Sempre que possível, tão logo recebidos, serão divididos e encaminhados aos parceiros das regiões atingidas.
Parte dos recursos em espécie arrecadados poderá ser usado para locação de um veículo ou barco para transporte dos donativos e/ou socorro aos animais.
Dependendo da disponibilidade de voluntários, equipes poderão se deslocar às regiões atingidas para apoiar os voluntários locais.
Estamos encaminhando à WSPA-Sociedade Mundial de Proteção Animal, um planejamento e previsão de necessidades para avaliação e possível liberação de apoio.
É importante lembrar que iremos depender da caridade e disposição das pessoas para ajudar e não podemos gerar expectativas que venham ser frustradas. Mesmo que o resultado da mobilização não seja o esperado, qualquer ajuda na situação atual será bem-vinda e certamente chegará até algum animal em dificuldade.
Esta iniciativa de forma alguma pretende anular eventuais doações diretas, que ficam a critério dos doadores, mas apenas proporcionar relativa segurança aos doadores e beneficiários e organizar minimamente o socorro, de forma a garantir que alguma ajuda chegue ao maior número possível de animais em dificuldade nas localidades atingidas.

Contatos: Halem; E-mail halemecosul@gmail.com - Fone/Fax: 48-3269.8645 - Cel. 9969.4660
Ana Corina: E-mail anacorina@maedecachorro.com.br
Nas próximas horas estaremos divulgando os contatos de outros membros do grupo gestor da central


Halem Guerra Nery
Coordenador de Bem-Estar Animal
Instituto Ambiental Ecosul
Florianópolis/SC

Um comentário:

natty disse...

Nesse domingo dia 17/04 no Bairro Rio Tavares por volta das 11 manhã ele desapareceu ou foi roubado, não se sabe ao certo o meu yorkshire...O nome dele é Johnnie, estava com uma corrente prateada

Celular para contato: 48-96390849/48-96186782

Obrigada pela atenção!
Natália Luiza Machado