quarta-feira, 19 de março de 2008

Jumentos apreendidos morrem de fome e sede

Jumentos apreendidos morrem de fome e sede

Proteste! Saiba como no final desta mensagem,

Cenas de morte, com requintes de crueldade, foram flagradas em uma fazenda localizada na CE-176, cuja manutenção é de responsabilidade do Departamento de Edificações e Rodovias (DER), órgão ligado ao governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Infra-Estrutura (Seinfra).
No local, centenas de jumentos estão, literalmente, morrendo de fome, sede, doença e desnutrição.



Um verdadeiro campo de concentração de animais onde não há nada, além de outras centenas de cadáveres a céu aberto, ossos espalhados por toda parte, milhares de urubus, podridão generalizada e muita tristeza.

Mais uma vez, a zona norte do Ceará, precisamente o município de Santa Quitéria, volta ao noticiário devido aos maus-tratos ao animal considerado símbolo da cultura nordestina: o jumento.

Os animais estão à mingua. Berram como podem, fraquíssimos, parecendo pedir clemência pelo ostracismo a que estão submetidos. Alguns caminham devagar pingando sangue dos órgãos sexuais, outros ficam estáticos ou se deitam, sob sol a pino, esperando a morte chegar.

De acordo com o superintendente do DER, Quintino Vieira, em 2007, nada menos que 11 mil animais foram recolhidos nas estradas do Ceará e levados para as duas fazendas de propriedade do Estado: uma que fica no Sertão Central, em Quixeramobim, e a outra na zona norte, em Santa Quitéria.

"Encontramos muitos problemas no recolhimento de animais nas rodovias do Ceará. Ainda estamos fazendo apreensão irregular, colocando animais dentro dos D.O. (Distritos Operacionais), que quando estão superlotados, vão para as fazendas. Não é só jumento, tem bovino, caprino, tudo que é apreendido nas rodovias", disse Quintino.

De acordo com o superintendente, o problema é agravado pela falta de responsabilidade dos proprietários que desprezam os animais nas estradas. A prática irresponsável de criação dos bichos pode causar, inclusive, acidentes de trânsito. Neste período do ano com chuvas, é comum eles irem se esquentar no asfalto.

"Recentemente, foi sub-rogada a apreensão de animais, chamada de correição, para o Detran. Já está correndo licitação na praça onde será contratada, em 60 dias, empresa com veterinário, ajudante e alimentação para tratar desses animais de maneira correta".

E continuou. "O problema não é só do governo. A lei de faixa de domínio das estradas está sendo revista para serem penalizadas pessoas que deixarem animais nas estradas".

Manifeste sua indignação através de e-mails para:

Ivo Gomes - Chefe de Gabinete do Governo do Ceará - email:ivogomes@gabgov.ce.gov.br

Escreva para o site do governo do Ceará preenchendo o formulário em:
http://www25.ceara.gov.br/correspondencias/fale_governador_cad.asp?ntipomensagem=1

Preencha o formulário no site do DER do Ceará:
http://www3.ceara.gov.br/faleconosco/fale_conosco_cad.asp?nORGAO=064

Ou através de cartas:
Governo do Estado do Ceará
Att. Exmo. Sr. Cid Gomes
Palácio Iracema - Centro Administrativo Bárbara de Alencar
Av. Dr. José Martins Rodrigues, n° 150
Edson Queiroz
Fortaleza - CE
CEP 60811 - 520

Abaixo segue carta enviada pelo Instituto Nina Rosa para o governo do Ceará e DER, que pode servir de modelo para sua manifestação:

São Paulo, 17 de março de 2008



Ao Governo do Estado do Ceará e DER – CE



Prezados Senhores,



Acreditamos que as pessoas devem aprender a respeitar e amar os animais como seus semelhantes, por isso escrevemos para manifestar nossa indignação com as condições degradantes a que são submetidos os jumentos e outros animais apreendidos pelo Governo nas estradas do Ceará.



As "fazendas" para onde os animais são levados são depósitos mortuários onde os jumentos lutam por sua sobrevivência em locais sem alimento, água ou higiene.



Pedimos veementemente ao Governo do Ceará que crie condições de vida digna para esses animais, dando, assim, melhor exemplo à sua população.



Enviamos pelo correio o documentário Vida de Cavalo como referência.



Sem mais,

Instituto Nina Rosa – projetos por amor à vida

Educação Humanitária – um caminho para a paz

2 comentários:

LOURDES SPRENGER, Apoiadora da Causa Animal disse...

Registro a resposta das autoridades sobre a denúncia.
Lourdes Sprenger.

Mensagem original-------
De: Ivo
Data: 24-03-2008 18:36:16
Para: Assunto: RES: Campos de Concentração de Animais

Fui surpreendido hoje com minha caixa postal "lotada" de e-mails protestando contra uma possível prática de maus-tratos a animais em nosso estado. Afirmo-lhe que isso não constitui política de governo e as denúncias aqui chegadas estão sendo encaminhadas para os órgãos competentes para apuração e responsabilização dos envolvidos na prática que vc denuncia. Obrigado por nos comunicar.

Ivo F. Gomes

LOURDES SPRENGER, Apoiadora da Causa Animal disse...

Registro mensagem recebida de autoridades do Ceará

-------Mensagem original-------

De: joao_pupo@detran.ce.gov.br
Data: 25-03-2008 19:44:31
Para:
Assunto: Re: RES: Campos de Concentração de Animais

Ilmo(a). Sr(a),

Iniciamente, gostaríamos de agradecê-lo(a) pela sensibilidade demonstrada
quanto a preservação do meio ambiente, especialmente no que tange ao
tratamento adequado aos animais apreendidos nas rodovias estaduais,
preocupação esta que se mostra em plena consonância com os objetivos
perseguidos pelo Estado do Ceará, notadamente pelo DETRAN-CE.

Informamos, por oportuno, que todas as providências necesssárias para o
adequado abrigo dos animais já foram adotadas pelo DETRAN-CE, de modo que,
atualmente, os mesmos encontram-se servidos de alimentação e água
suficientes, bem como recebendo o adequado tratamento veterinário, não mais
existindo qualquer fator que venha a comprometer a adequada guarda e
manutenção dos animais.

Informamos, ainda, que as medidas adotadas pelo DETRAN ? CE o foram em
pleno entendimento com o Ministério Publico do Meio Ambiente do Estado do
Ceará, bem como com a União Internacional de Proteção dos Animais ? UIPA,
através da celebração do Termo de Ajustamento de Conduta assinado em data
de 14.03.2007.

No mais, nos colocamos a disposição para quaisquer outros esclarecimentos.

João de Aguiar Pupo
Superintendente do DETRAN - CE